25/Jan/2012 11:46:33
Atualizando informações


Restabelecendo a verdade sobre entendimentos entre SINDOJUS e a direção do Tribunal de Justiça do Ceará.


A+ a- Imprimir Enviar por e-mail Informar erro
Assembleia Geral realizada no dia 13 de janeiro Foto: José Vital - TEIA DIGITAL

Novo site
O novo site já está no ar e as senhas para todos os servidores estão sendo enviadas. Os Oficiais de Justiça lotados na COMAM podem receber suas senhas na sede do Sindojus-CE. Oficiais lotados no Tribunal de Justiça receberão suas senhas do plantonista do dia. Demais OJ e servidores lotados no interior receberão suas senhas das mãos dos Coordenadores Regionais.


Diretores do Sindojus–CE se reúnem com a Assessora Especial da Presidência 
Mauro Xavier e João Batista Fernandes, Presidente e Diretor de Formação Sindical do Sindojus–CE, respectivamente, estiveram reunidos na tarde ontem, 24, com a Assessora Especial da Presidência, Dra. Juliana Lima. Na pauta as propostas aprovadas na AGE do dia 13 de janeiro.
 

A intenção dos nossos representantes era discutir todas as propostas que foram protocoladas junto ao TJCE, entretanto, “de repente não mais que de repente”, dirigentes do outro sindicato chegam ao Tribunal e, educadamente, a Dra. Juliana Lima os convida para entrar.
 

A Diretoria do Sindojus–CE respeita os nobres dirigentes do Sindjustiça, reconhece-os como legítimos representantes dos demais servidores, mas há uma pergunta que não quer calar, por que toda vez que o Sindojus–CE vai se reunir com o TJCE para discutir assuntos de interesses dos Oficiais de Justiça, dirigentes do Sindjustiça aparecem?
 

Não queremos polemizar, reafirmamos o compromisso de unidade na luta, porém, há de respeitar, na prática, a autonomia e representatividade de cada entidade, portanto, buscaremos uma nova reunião entre o Sindicato dos Oficiais de Justiça e a direção do TJCE para discutir os assuntos de interesse dos nossos representados, os OFICIAIS DE JUSTIÇA. O outro sindicato, se assim desejar, pode e deve proceder da mesma forma, defendendo os interesses dos demais servidores.
 

Inobstante o acima exposto, a reunião se desenvolveu e foram debatidas a ISONOMIA e a Implantação das 40 horas.


Isonomia
O aporte de recursos para prover a correção das distorções vencimentais fará parte da suplementação de verbas que, ainda, não se encontram nos cofres do Tribunal, portanto, não se pode afirmar, por enquanto, se a Isonomia vai ser integral e quando será implantada.

O Sindojus–CE, através do seu representante na Comissão que regulamentará a Isonomia, COREI, apresentará o mais breve possível a nossa proposta de regulamentação do processo isonômico.


Implantação da jornada de 40 horas
A tendência da Direção do Tribunal é de implantar as 40 horas de forma SETORIZADA, ou seja, iniciar-se-ia pelo Fórum Clóvis Beviláqua e Juizados Especiais da Capital, neste ano, depois nas Comarcas do interior e no Tribunal de Justiça.

Os recursos para implantação das 40 horas serão garantidos com a suplementação de verbas, portanto, ainda não há definição de quando serão implantadas.


Posição oficial do SINDOJUS–CE aprovada em assembleia geral
Somos defensores da Isonomia, portanto, defendemos um tratamento isonômico, se é para parcelar, que seja, concedendo 01 hora em 2012 para todos os servidores, capital e interior, e mais 01 hora a partir de 2013.

Foi isso que o Presidente Mauro Xavier defendeu como defendeu também que se inicie em março deste ano, diferente do outro sindicato que defende o início só em junho e é o autor da setorização, em desrespeito à Isonomia e aos servidores do interior e do tribunal de justiça.

A Dra. Juliana fundamentou a não aceitação da proposta do Sindojus–CE alegando que a implantação de 01 hora, jornada de 07 horas ininterruptas em 2012, permitirá que algum servidor acione a justiça para receber como 08 horas, haja vista que a resolução 88 do CNJ assim determina.

Se o Tribunal materializar o que hoje é uma tendência, ou seja, implantar as 40 horas de forma setorizada, caberá aos Oficiais de Justiça dizer se aceitam ou não, soberanamente, na assembleia geral do dia 3 de fevereiro.

Para o SINDOJUS–CE qualquer proposta de implantação das 40 horas tem que ser precedida da implantação da isonomia de forma integral já! Os servidores do interior não podem ser penalizados mais uma vez.


Ascensões funcionais
A Dra. Juliana Lima informou que o Pleno do TJCE deverá aprovar amanhã, 26, a resolução que regulamenta as ascensões. A publicação da portaria com os editais ocorrerá até sexta-feira, dia 27.


Demais reivindicações
Iremos oficiar na data de hoje, 25, o pedido de reunião com a Direção do Tribunal, Esperamos que ainda nesta semana, sentemos à mesa e discutamos as nossas propostas.


Em respeito aos servidores e à verdade
“O Presidente da entidade, admitindo o parcelamento, discordou da proposta da Assessora Juliana Lima e propôs que se iniciasse o parcelamento da jornada de trabalho, já no mês de março, mesmo que se restringisse a abrangência somente ao Fórum Clóvis Beviláqua, excluindo Juizados Especiais e as Comarcas de Entrância final já citadas ........... Fonte: Site do Sindjustiça (24/01/2012)


O trecho acima publicado faz parte de uma matéria publicada no site do Sindjustiça e representa uma tremenda mentira. Não queremos o conflito, a desunião, mas, não calaremos diante de pessoas que agem de forma incompetente, irresponsável e mentirosa. Para obter público tem que bater nos Oficiais de Justiça, denegrir a imagem do Presidente do SINDOJUS–CE? Trabalhem, aprendam a mobilizar suas bases, numa greve alguns de seus representados participam do movimento paredista no intervalo do almoço, vão à rampa do FCB por 01 hora e depois voltam às Secretarias para trabalhar. Repensem suas estratégias, preocupem-se com seus representados, esqueçam-nos, busquem fazer sindicalismo com competência e honestidade, características do SINDICATO DOS OFICIAIS DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ, Sindojus – CE.


Oficiais e Oficialas de Justiça: Não acreditem em mentiras e nem em mentirosos. Acreditem no seu Sindicato, SINDOJUS–CE, como sempre fizeram.

Diretoria do SINDOJUS – CE
Redação: Vagner Venâncio, Diretor de Comunicação

Comentários
Comentar
Marco Antonio de Araujo Lima Oficial de Justiça Avaliador Lotação: Comarca de Ubajara, Vara Única
26/Jan/2012 17:23:36


PELO AMOR DE DEUS...



NÃO USEM A ISONOMIA COMO MOEDA DE TROCA, POIS, O INTERIOR VAI SE REVOLTAR DE VEZ.



Marco Antonio de Araujo Lima
Maria Joselini Mendonça de Holanda Oficial de Justiça Avaliador Lotação: Comarca de Fortaleza, Coordenadoria de Cumprimento de Mandados e Oficiais de Justiça
26/Jan/2012 13:55:31


 



CAROS COLEGAS


Eu confio plenamente no trabalho sério desenvolvido por nosso sindicato. Os nossos dirigentes sindicais são pessoas sérias e comprometidas com a categoria dos oficiais de justiça. Acho bastante estranho que os outros servidores fiquem falando asneiras e mentiras sobre a nossa categoria. Portanto não posso aqui comungar com qualquer possibilidade de nos unirmos com pessoas que não tem ética em suas atitudes, chegando muitas vezes a ironizar e publicar em seu site mentiras para tentar desarticular a nossa categoria. Quero neste momento manifestar-me a favor de uma ruptura total em relação a qualquer possibilidade de nos unirmos com o outro sindicato ou fazermos manifestações apoiada por eles. Sou a favor da isonomia, mas, no entanto, esta somente será eficaz com a implantação do nível superior para todos os oficiais de justiça, haja vista que neste caso acabaria qualquer possibilidade de distinções salariais entre o interior e a capital.  Para mim, às quarenta horas já é uma realidade, pois o CNJ já mandou regulamentar este acréscimo de horas na nossa jornada de trabalho. Há somente discussões em relação ao modo que será realizado. Sou oficial de justiça da capital, seria muito demagogo se eu preferisse que a implantação começasse pelo interior, no entanto, acho que devemos deixar o TJ-ce regulamentar às quarenta horas o mais rápido possível independentemente se for começar pelo interior ou capital.


 


 


Maria Joselini Mendonça de Holanda
Marco Antonio de Araujo Lima Oficial de Justiça Avaliador Lotação: Comarca de Ubajara, Vara Única
26/Jan/2012 12:39:03


mE PREOCUPA MUITO ESTA FRASE DA iSONOMIA QUE DIZ QUE ELA PODERÁ SER INTEGRAL.



O INTERIOR INTEIRO, TENHO CERTEZA, DISCORDA DE QUALQUER NEGOCIAÇÃO DA ISONOMIA EM PARTES PARA BENEFICIAR, MONETÁRIAMENTE A IMPLANTAÇÃO DAS 40 HORAS SETORIZADAS.



nÃO É DE "BOM TOM" POR PARTE DOS QUE NOS REPRESENTAM BARGANHAR EM CIMA DOS QUE JA FAZEM DEMAIS.



COMO SABEM, TRABALHEI NA CAPITAL POR MAIS DE DEZ ANOS E SEI QUE O TRABALHO É INFINITAMENTE MAIS AMENO QUE NO INTERIOR.



pERGUNTO!



POR QUE NÃO COMEÇAR A IMPLANTAÇÃO DAS 40 HORAS APÓS A ISONOMIA TOTAL E PLEO INTERIOR?



Marco Antonio de Araujo Lima
Francisco Dmontier Barros de Sousa Oficial de Justiça Avaliador Lotação: Comarca de Fortaleza, Coordenadoria de Cumprimento de Mandados e Oficiais de Justiça
25/Jan/2012 20:09:02


O SINDOJUS CE não é para se preocupar com os outros servidores. Eles têm sindicato próprio. O SINDOJUS deve representar e honrar seus associados, não devendo nem responder perguntas formuladas por quem não é associado. A partir do momento que a diretoria do SINDOJUS tomar consciência de suas responsabilidades, as negociações com o TJ serão mais rápidas. Espero que esta mensagem não seja censurada.



Francisco Dmontier Barros de Sousa
Francisco Jhonson de Oliveira Gomes Oficial de Justiça Avaliador Lotação: Comarca de Fortaleza, Coordenadoria de Cumprimento de Mandados e Oficiais de Justiça
25/Jan/2012 19:31:18


Sou plenamente a favor da implantação das 40h. Se puderem setorizar por rotas, iniciem pela ROTA 15, que ela anda muito debilitada.



Francisco Jhonson de Oliveira Gomes
Veja mais
Veja mais
14
Mar
Veja mais
29
Jul

Sindicato dos Oficiais de Justiça do Estado do Ceará - SINDOJUS-CE
Rua Adolfo Moreira de Carvalho, 46 | Edson Queiroz | CEP: 60811-740
Fone/Fax (085) 3273-3300 | (085) 9981-0689 | (088) 9912-0071
http://www.sindojus-ce.org.br | contato@sindojus-ce.org.br


© 2012-2014 - Produzido e atualizado pela Assessoria de Comunicação e TEIA DIGITAL